Buscar
  • Livros Autografados

Jorge Amado Gabriela Cravo e Canela

Atualizado: 27 de Mar de 2018

um dos romances mais populares de Jorge Amado


talvez esta seja, juntamente com Dona Flor e Seus Dois Maridos, o livro mais popular, mais adaptado para TV, filmes e séries. lembro bem de uma novela que fez sucesso na década de 70 e que foi há pouco tempo teve um "remake". além disso, esta é a obra mais traduzida e de maior aceitação mundial de Jorge Amado.


para aqueles que desconhecem a obra, recomendo por encontrar neste livro situações comuns a todo lugar do mundo porém com um jeito bem brasileiro de tratar de cada uma.


a obra narra o caso de amor entre o árabe Nacib e a sertaneja Gabriela, com pano de fundo o período áureo do cacau na região de Ilhéus, descrevendo as alterações profundas da vida social da Bahia da década de 1920, que inclui a abertura do porto aos grandes navios, levando à ascensão do exportador carioca Mundinho Falcão e ao declínio dos coronéis, como Ramiro Bastos.Gabriela personifica as transformações de uma sociedade patriarcal, arcaica e autoritária, afetada pelos sopros de renovação cultural, política e econômica.

bom, ter este livro autografado é importante, por que representa o começo da ruptura de Jorge Amado com seus livros mais politizados e com forte teor social, apesar de quê ainda existe muito deste conteúdo em #GabrielaCravoeCanela, mas já começa o que chamamos de crônica de costumes, com tipos populares, coronéis, jagunços e mulheres sensuais.


este livro foi concluído em Petrópolis, no estado do Rio de janeiro, e foi publicado em maio de 1958, editado pela Livraria Martins Fontes.


abaixo o autógrafo com uma dedicatória de Jorge Amado



a capa foi desenhada por Clóvis Graciano e as ilustrações são de Di cavalcanti. foi um sucesso absoluto e ainda em 1958 foi feita uma edição para suprir a procura dos leitores pelo livro.


encontrei este exemplar na época das olimpíadas do Rio em 2016, estava de férias e fui com a minha família na Casa da Rússia - lugares montados na cidade do Rio de Janeiro para mostrar a cultura e a forma de viver dos outros povos. teve Casas do Japão, Coréia do Sul, Dinamarca, etc - descobri uma livraria chamada Mar de Histórias, localiza na rua Francisco Sá, 51 - #Copacabana, Rio de Janeiro. e remexendo uns livros, num canto encontrei este exemplar, não o adquiri na mesma hora, valor estava muito alto. mas queria este livro por tudo que representa na obra do velho #JorgeAmado, por saber que é uma 1o Edição tive que negociar e muito mas valeu a pena!

46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo